Vacinas Vencidas

Registros indicam que mais de 100 cidades de Minas receberam doses vencidas da AstraZeneca

Em Iguatama Secretaria de Saúde nega informação e tranquiliza a população.

Hoje sexta-feira (2/7), foi divulgado pelo jornal Folha de São Paulo que pelo menos 26 mil doses vencidas da vacina AstraZeneca foram aplicadas em brasileiros em diversos lugares do país. E moradores de mais de 100 cidades mineiras receberam doses vencidas da vacina. Os dados constam de registros oficiais do Ministério da Saúde.

A reportagem cruzou as bases do DataSus e Sage a partir do numero do lote das vacinas. Foram consideradas todas as imunizações do país contra COVID até 19 de junho. As vacinas desses lotes foram distribuídas de janeiro a março pelo governo federal. 

Na reportagem aparece a lista de Minas Gerais que consta o nome de quase 100 cidades.

Na pesquisa feita no site do jornal Folha de São Paulo Iguatama aparece com 1 registro:

Bambuí aparece com 9 registros, Arcos com 2 registros, Belo Horizonte com mais de 100 registros de doses vencidas aplicadas.

A Prefeitura de Belo Horizonte informou, por meio de nota, que faz um rigoroso acompanhamento dos processos de vacinação diariamente. "Não há, até o momento, aplicação de imunizantes vencidos na capital", diz a nota. 

"O que ocorreu foi o registro da data de aplicação de forma incorreta no sistema do PNI. A Secretaria Municipal de Saúde informa que já contactou as pessoas que foram vacinadas com os lotes em questão, verificou os cartões de vacina, e não há nenhuma inconformidade", acrescentou.

"A Prefeitura de Bambuí esclarece à população que não aplicou vacinas vencidas da empresa AstraZeneca como publicou a imprensa. Segundo a Coordenação de Vacinação da Secretaria Municipal de Saúde as vacinas foram aplicadas antes do vencimento e tem os comprovantes da imunização antes da data.

O IGUATAMA AGORA entrou em contato com a Secretaria de Saúde de Iguatama:

A Secretaria, em nota, informa e tranquiliza toda população que as vacinas contra a Covid-19 recebidas pela Secretaria de Saúde do Estado de Minas Gerais através da Regional de Saúde de Divinópolis, foram recebidas dentro do prazo de validade e administradas anterior a data de vencimento. Ressalta ainda que para aplicação das vacinas é realizado checagem e anotação no formulário e cartão de vacinação o lote e prazo de validade, ficando esse dado disponível para o paciente.
Ainda está sendo verificado pelo nível central (Ministério da Saúde) se houve erro no Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização, que desde o início da Campanha apresenta instabilidade no registro dos dados

Comente