Policial

Principais Ocorrências Policiais do final de semana em Arcos

Em Arcos

Na madrugada de domingo (12), várias denúncias sobre um grupo de jovens estar causando perturbação do sossego na área central da cidade, em bicicletas motorizadas, chegaram ao quartel da PM. Além disso, eles estariam colocando em risco a segurança do trânsito, entrando na frente dos veículos de forma imprudente e perigosa. Cinco adolescentes com idade entre 14 e 17 anos foram abordados na praça Floriano Peixoto. As bicicletas estavam na escadaria da praça e seis foram apreendidas pela contravenção penal. Nenhuma delas portava assessórios de segurança.

Ainda ontem (12), à noite, por volta das 20 horas, militares abordaram um homem de 22 anos em uma moto no cruzamento da avenida Governador Valadares com rua Joaquim Murtinho. Ele é inabilitado e quando soube da retenção da moto, ficou exaltado e passou a resistir aos procedimentos policiais. A companheira do autor, de 29 anos, disse que havia lhe repassado a moto para se deslocar ao hospital. Ela recebeu voz de prisão pelo crime de trânsito: entregar direção de veículo a pessoa não habilitada. A moto foi removida ao pátio credenciado e os dois responderão na justiça pelas infrações penais.

Simultaneamente a esta ocorrência, os operadores do OLHO VIVO observaram uma atitude anormal de um cidadão ao guardar algo dentro de um automóvel Gol, na avenida Governador Valadares. Assim que partiram para a abordagem, o suspeito tentou fugir, mas foi alcançado e contido logo em seguida. Porém, resistiu à prisão e tentou agredir os militares, que fizeram uso moderado da força para efetuar a prisão dele. No carro foram encontradas duas porções de cocaína, devidamente embaladas. O cidadão tem 23 anos e foi conduzido para o registro da ocorrência e demais providências. É mais um caso em que a participação dos operadores do OLHO VIVO foi de fundamental importância para o desfecho positivo da ocorrência.

No período também foram registradas ocorrências de lesão corporal, atrito verbal e uso e consumo de drogas.
 

Comente