Pandemia

Coronavírus: com a segunda maior média de casos, Minas ultrapassa 974 mil

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde, foram confirmados 3.215 casos e 37 mortes em 24 horas

Minas registrou 3.215 casos e 37 mortes por COVID-19 em 24 horas. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES-MG), nesta segunda-feira (15/03), o Estado totaliza 974.594 casos e 20.687 mortes.

O Estado registrou a segunda maior média móvel no número de casos desde o início da pandemia, 7.147. Até o momento, a maior média foi verificada em 17 de janeiro, com 7.328 casos.

Desta forma, acurva de transmissão do novo coronavírus segue em alta, com médias acima de 5 mil casos desde 23 de fevereiro.

O que é o Novo Coronavírus (Covid-19)?

É uma grande família de vírus que causa infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.

Quais os sintomas do Novo Coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia

Em casos graves, as vítimas apresentam:

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal

Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus. 

Como a COVID-19 é transmitida? 

A transmissão do Novo Coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Como se prevenir?

A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. 

Comente